Eu testei o Ageless Instantly Jeunesse. E não gostei!

13:59

Sou véia.

Fato.

E gente véia, tem mania de procurar solução para as rugas. Se eu tivesse dinheiro fazia logo plástica, mas como não tenho, corro para os paliativos.

A bola da vez é o Ageless. Nossa, cara, vão falar que estou atrasada e tals, mas eu não ia falar do que não conhecia. Precisava testar. E para testar eu precisava comprar, e para comprar precisava de recurso.
E eu vim dar minha opinião, sem fins lucrativos. Comprei, paguei, com o suor do meu trabalho, e tenho autonomia para falar o que achei de verdade, sem jabá.

Solucionado esse problema, vamos aos finalmentes.

Criei toda uma expectativa, quase ritualistica, sobre a eficácia e eficiencia do Ageless. Me preparei, pele limpa e hidratada, e com aquela atitude de Vida Boheme "ready or not, here comes mama!"










 E...

Não gostei.

Sério.



Eu quero crer que o problema estava em mim, em minha pele, em minha fisiologia.

A propaganda diz que seca em três minutos, e esperei mais de cinco até estar relativamente confortável.
E que as rugas somem como num passe de mágica, o que não foi bem assim.

O Ageless age mais ou menos bem em pessoas que tem bolsas embaixo dos olhos, que não é meu caso. Ele dá uma murchada naquela bolsa e você se sente a Cinderella no palácio, transformada, até a décima segunda badalada. Depois disso, você volta a ser puro trapo.Até por que, não pode nem sorrir, que fica horrivel,


Achei pouco prático e a usabilidade bem questionável.

Quando eu sorri, me senti de papel. Parecia que ia rachar! E as rugas ficaram ainda mais evidentes.Parecia que eu tinha o dobro da idade e a pele realmente fazia umas rugas monstruosas, grossas e desagradáveis no menor gesto de expressão facial!

Eu esperava uma coisa mais natural e menos rígida. Mas, me senti desconfortável, na verdade. Sensação de repuxo, e algumas vezes, esfarelava, e a praticidade ia embora, levando minha paciência junto. A sensação que todos estavam percebendo a artificialidade do rosto foi terrível.

Então, na segunda etapa do processo de teste, na mesma semana, resolvi usar de novo e fazer maquiagem sobre o produto.
E ai, disfarçou mais um pouco a sensação de artificialidade, porque a maquiagem em si, é feito para disfarçar imperfeições.
Fiquei com vergonha de mostrar as fotos. minha autoestima foi pro lixo nesse dia.

No fim das contas, acabei saindo assim mesmo, me sentindo plastificada, no mal sentido, e não via a hora de voltar para casa e limpar tudo.
A experiencia não foi tão boa assim, e acabei não usando o restante dos sachês. Dei à minha mãe, que também não gostou muito, e acabou que ficou aqui, encalhado numa gaveta qualquer.

Meu conselho é: se quiser tirar a prova dos 9, bom. Mas antes de comprar, peça para testar, pois o investimento é alto demais para o prejuízo de ficar com uma caixa encostada no canto, de um produto que custou caro. Ainda bem que no meu caso, comprei com mais umas amigas uma caixa fechada e dividimos entre nós, o impacto ficou menor.

É a vida.
Neeeeext!

You Might Also Like

1 comentários

  1. Amiga, aqui compramos alguns sachês e quem usou foi mainha. Eu odiei a textura da pele, foram que usando maquiagem por cima craquelou.
    Ela tem bolsas embaixo dos olhos e realmente amenizou mas não acho que vale o investimento também.
    Beijo

    ResponderExcluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

create with flickr badge.